Notícias

Thursday, 20 June 2019
BI do Associado: SPEA

Rui Botleho SPEA (© SPEA)© SPEA

A Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves, SPEA, é desde 2008 Membro da Câmara Ambiental do FSC Portugal, e desde 2014 que acompanha o processo de certificação FSC do perímetro florestal do Nordeste - Açores.


1. Qual o âmbito da vossa actividade e como esta se integra na missão do FSC?
A SPEA é uma organização não-governamental de ambiente sem fins lucrativos que promove o estudo e a conservação das aves e dos seus habitats em Portugal e que tem trabalhado continuamente na proteção e valorização das florestas, das suas aves e demais biodiversidade.
A nossa participação na Câmara ambiental do FSC Portugal, da qual somos membros desde 2008, prende-se com a defesa da sustentabilidade ambiental no sector florestal.
Desde 2014 no âmbito das acções de conservação dos habitats naturais realizados pelo projeto LIFE+ Terras do Priolo iniciamos o enquadramento destes trabalhos de gestão florestal no processo de certificação FSC do perímetro florestal do Nordeste, certificação liderada pela Direção Regional de Recursos Florestal, Governo dos Açores. Desde então 300 hectares de floresta Laurissilva nesta área recuperadas pela SPEA e seus parceiros, destacando-se os trabalhos de remoção de espécies exóticas, plantação de espécies nativas, trabalhos de estabilização de solos, abertura de acessos, restauro ambiental de sistemas ribeirinhos, sendo que todas estas acções têm sido acompanhadas por um amplo programa de educação e sensibilização ambiental liderado pelo Centro Ambiental do Priolo (CAP). Este trabalho terá continuidade nos próximos anos, com o novo projeto LIFE IP Azores Natura, coordenado pela Direção Regional do Ambiente do qual a SPEA é parceiro, e que nesta área certificada tem previsto intervenções em mais 120 hectares.

2. Quais os benefícios mais importantes da certificação florestal?
Acreditamos que a certificação FSC possa ser um garante de uma gestão florestal responsável, que enquadre a valorização dos múltiplos produtos da floresta com o incremento na aplicação de medidas ambientais que promovam a floresta autóctone, a sua biodiversidade e as populações locais que destas dependem.
Ao nível da exploração florestal identificamos vários benefícios directos deste selo FSC para o contexto nacional, desde a implementação de planos de gestão florestal que obrigam a uma planificação espaço-temporal da floresta destacando a criação de faixas de protecção, que do ponto de vista ambiental funcionam em muitos casos como corredores ecológicos.
A criação de norma de protecção dos trabalhadores da fileira florestal que ajudam à dignificação do sector e o potencial de valorização dos produtos abrangidos por este selo e que poderão promover o reinvestimento deste capital na floresta.

3. Defina o FSC em 3 palavras:
Sustentabilidade, economia, protecção


© Forest Stewardship Council® · FSC® F000226